Páginas

25.10.09

Silvestre Duplo Tronco

Este pinheiro já tem uma longa história.
Aqui há dois anos, Tony Tickle esteve em Sintra para um workshop e o Márcio Meruje levou esta árvore para ser trabalhada. Na altura, a sugestão da frente foi, mais coisa menos coisa, aquela que podemos ver na primeira imagem. Conheço-a desde que vou à Covilhã, mas sempre nos "entretemos" com outros exemplares. Sempre vi este silvestre assim. Desaramado e a crescer livremente "à espera da sua vez". Na última visita, Perguntei ao Márcio "E o pinheiro do Tony Tickle?" "... Não sei... não estou totalmente convencido com a abordagem. Olha, leva e pensa tu no que é que fazias."
E assim tem estado, nos últimos meses, no meu jardim. Olhei, virei e voltei a olhar e finalmente chegou o dia. Foi ao workshop da exposição anual do CBS.
Já no workshop debatemos a minha intenção. Rodar a árvore 180º e fazer a nova frente na antiga traseira, criando assim mais dominância do tronco principal sobre o secundário. A ideia foi aceite e aqui está ela antes de começar a estilização:
A última imagem é já do resultado final. É certo que falta massa verde em certas zonas, mas terá que crescer, bem como um transplante para o ângulo correcto. Não se pode ter tudo... agora, o tempo terá que fazer o seu "trabalho".

4 comentários:

Rui Ferreira disse...

Agora já estou a perceber João!
Afinal tens aí em Algés umas boas reservas que só são conhecidas de alguns Vips e o povinho não tem direito de as vislumbrar!
Não seria possivel de colocar os dois ramos principais das duas árvores com as suas base dirigidas mais para baixo em direção dos troncos e depois para fora para os encurtar visualmente e assim também a largura de toda a árvore?
Os dois parecem-me um pouco compridos o que faz diminuir a força visual de todo o conjunto!
Isto é claro apenas o que depreendo das fotos pois talvez na realidade seja dificil ou mesmo impossivel de fazer o que digo!
Bom trabalho Papá,continua!

João Pires disse...

Olá Rui,

Quais reservas?... LOL.
Sim, o que dizes faz sentido. Ao vivo não se sente tanto mas a foto mostra. Vou tentar resolver... eles já estão bastante "enrolados" (principalmente o da direita ) mas vou ver se dá para melhorar. Outra coisa que só me apercebi na foto, é a distância entre os dois troncos (já lá tem um esticador mas ainda assim...). Penso que ainda dá para fechar mais o "V", fazendo o tronco principal "tombar" mais sobre o secundário. Com cuidado, claro, para não estragar a casca. Penso que alterando estes dois factores a árvore vai ficar ainda mais compacta. Depois mostro uma foto.

Abr.
João

kenshobonsaistudio.wordpress.com disse...

É isso mesmo João, a foto evidencia esse «afastamento» e a falta de unidade do conjunto evidencia-se mais... Com algum cuidado não será díficil a correcção .

Gostei de ver essa transformação !

Abr.,
MMeruje

João Pires disse...

Márcio, Viva!

Pois, no meio da confusão e do serrim... lol... ficaram pormenores por afinar. Hoje de manhã já estive a corrigir. Ficou bem melhor. Como não levei a máquina não há foto... mas posto próximamente.

Abr
João