Páginas

27.6.11

The Playground

Do outro lado do mundo veio uma inspiração - Taisho-en. O espaço, as rotinas, os métodos.
Por isso, No final do Inverno passado uma decisão foi tomada. E a inspiração passou ao papel, depois aos martelos pneumáticos, depois aos tijolos, à areia e ao cimento, depois às madeiras, depois ao metal e dia após dia materializou-se. À pequena estufa juntou-se o workshop e a este muitos metros de bancada. Às novas canalizações sobrepuseram-se novos caminhos. E no fim chegaram as árvores.
Aqui ficam as primeiras imagens do novo Jardim dos Melros.
Esta é uma daquelas brincadeiras que se está a tornar num caso sério ;)







8 comentários:

Anónimo disse...

Olá João,

os meus parabéns pelo espaço que na minha opinião ficou fantástico! Gostei particularmente de teres deixado o caminho anterior na nossa tão tipica calçada que combina bastante bem com o pedrisco.
E para além disso conseguiste incluir num espaço até bastante compacto a estufa e um "atelier" (que tanta falme me faz no meu).
Não parece existir a possibilidade de colocar sombra adicional, mal pelo que dá para perceber pelas imagens, exitem vários locais com sobra natural ...
Quando nós terminamus uma obra deste tipo pelas próprias mãos é muito gratificante, não é!?

Um abraço e mais uma vez os meus parabéns.
Nelson

Carpácio disse...

Parabéns pelo espaço João :) está fantástico :) tenho de ir beber ai uma fresquinha :) (pedras ou bock! :D)

Grande abraço,
David

HLBonsai disse...

Ola João.

Desde ja os meus Parabens tens ahi um belo espaço!!!!

Grande abraço

Henrique Leite

João Pires disse...

Olá Amigos,

Nelson,
mais uma vez obrigado pelas palavras ;)
A questão da sombra é boa. Sabes, vai de encontro à inspiração - Taisho-en. Se reparares bem, em todas as imagens de "en's" japoneses não vais encontrar uma única rede de sombra. Existem claro está zonas com menos horas de sol (junto a muros ou paredes, debaixo de árvores...) tal como no meu espaço. Aquilo a que chamas de "sombra natural". Como? voltamos sempre ao principio: a rega. Podendo fazer uma rega bem feita a sombra artificial é, na maioria dos casos, dispensável. Não quero dizer com isto que está errado... enfim... são maneiras de ver ;)

David,
Olha, repito o que já me disseste noutra ocasião: o convite está feito ;) (pois vês... crianças pequeninas mudam muita coisa... hehe) Vá, vamos lá combinar isso.

Henrique,
Há quanto tempo não nos vemos? Bem vindo ao blog ;) . Ainda bem que gostaste. O teu espaço também é bem à maneira ;).

Sejam todos (os que escreveram e os que eventualmente estão a ler) bem-vindos ao Jardim dos Melros. A porta está sempre aberta ;) é só mandar um mail ou telefonar para combinar.

Abr.
João

Anónimo disse...

Bem, é no que dá quando se escreve entre telefonemas e outros assuntos do dia-a-dia (enquanto se devia estar a trabalhar)... e não se volta a ler as mensagens antes de as publicar! 5 palavras 10 erros ooops
Espero teres percebido o que queria "dizer".

Um abraço
Nelson

Márcio Meruje disse...

Fica a promessa da visita! ;)

Parabéns João!

Abr,

MMeruje

João Pires disse...

Olá Márcio,
Obrigado ;) Cá te espero. E uma visita à Covilhã também espero conseguir em breve... eu gostava, mas está difícil de conciliar tudo... vamos ver... pensar positivo... ;)
Abr.
João

Hervé JAYOL disse...

Très bel aménagement João pour ton tes bonsaïs, bravo