Páginas

24.8.10

Nebari

O calor continua. O trabalho também, principalmente nas coníferas. As folhosas lá estão, paradas, quietas, a crescer. Tirando uma poda ou outra, nada que mereça reportagem. Para “desenjoar”, vou tentar mostrar algumas das folhosas que existem aqui. Como já referi, é muito difícil fotografa-las nesta altura. Estão muito cheias. Parecem quase “cogumelos”. E os prunus até estão um bocado feios... não é a altura deles.
Existe uma zona, logo à entrada, onde estão as folhosas grandes. Por esta altura, na hora da rega, calha-me também essa área. Como não pode ser tudo regado ao mesmo tempo por causa da falta de pressão na água, normalmente quando Oyakata está, ele próprio começa por regar as gardénias, depois eu acabo o “backyard”. A seguir é um “Now, everybody watering”. Assim, tenho oportunidade de olhar um pouco melhor para estes "colossos". São árvores fantásticas! Pena é que não dê para mostra-las bem... mas há um coisa que dá sempre para ver. O nebari.















3 comentários:

Gustavo Pessoa Duarte disse...

Sugoi desu ne!?

Abraço,

Gustavo

MESUKITA disse...

Olá João.

Aproveita bem essas férias e não te esqueças das prendas, eheheheh

Eu faço colecção de ímans para o frigorífico...

Até mais

Jorge Mesquita

João Pires disse...

Viva amigos,
É verdade Gustavo, são mesmo fantásticos.
Jorge, Bem-vindo. Obrigado pela visita e pelo comentário.

Abr.
João